Notícias

Imagem

Não dar chance pra Reforma Trabalhista! Pauta de Reivindicações é aprovada em assembleia

Foco definido! Mobilizados, os metalúrgicos da Grande Curitiba aprovaram na noite desta segunda (04) em assembleia na sede do SMC, durante a reunião da diretoria plena, a Pauta de Reivindicação dos setores de Máquinas, Tratores, Caminhões, Automóveis, Veículos, Metalurgia e Peças (Sindmaq/Sinfavea/Sindmetal/SindiPeças) de 2017. Manter os acordos que existem sem perder o que foi conquistado, não incluir nenhum ponto da Reforma Trabalhista nos próximos acordos e a busca pelo aumento real formam a linha de trabalho aprovada por unanimidade.

Além das reivindicações, o consultor sindical João Guilherme Vargas Netto fez uma completa explicação sobre a atual conjuntura política e econômica brasileira e qual o novo papel do movimento sindical nesse contexto.  

“Uma das grandes lições desse momento conturbado é que temos que nos manter, aprofundar e garantir a unidade de ação, como os metalúrgicos de todo o Brasil têm feito. A divisão só interessa quem está contra os trabalhadores”, enfatizou o consultor sindical.

O economista Cid Cordeiro também conversou com os presentes sobre a economia brasileira. Segundo Cid, “é importante lembrar que os metalúrgicos pagaram a conta com o desemprego durante a crise e, com a melhora do setor agora, precisa ‘receber’ sua parte”. Ou seja, as negociações daqui pra frente precisam garantir a retomada também para os trabalhadores, que foram os que mais sofreram as consequências da queda lá atrás.

“A definição principal de hoje é que não vamos aceitar que nenhum acordo que já foi firmado seja perdido. Decidimos que vamos continuar negociando da mesma forma que fizemos até agora e manter a posição que temos desde o início: garantir que nenhum ponto da Reforma Trabalhista seja incluído nas negociações daqui pra frente”, resumiu o presidente do SMC Sérgio Butka.

Comente esta notícia

Desenvolvido por Agência Confraria