Filie-se ao sindicato - SMC
Inscrição para o Seminário “O que Mudou na Contribuição Sindical“

Notícias

Imagem

Metalúrgicos de Curitiba lançam dossiê com histórico de assédio moral da Bosch

Documento, elaborado a partir dos arquivos do Sindicato, relata mais de 25 anos de desrespeito aos trabalhadores e à liberdade de organização sindical praticados pela multinacional alemã

O Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba (SMC)  está lançando o Dossiê “Bosch Curitiba – Uma história de desrespeito aos direitos humanos e à liberdade de organização sindical”. Elaborado pelo Departamento de Marketing e Imprensa do SMC a partir dos arquivos do Sindicato, o documento  apresenta e denuncia o histórico de assédio moral,  de perseguições e  ameaças, de advertências e demissões ilegais, além de outros mecanismos contrários a dignidade humana e ao Estado de Direito, que a fábrica da Bosch – unidade Curitiba – tem utilizado  ao longo de mais de 25 anos para atacar as organizações sindicais visando acabar com as lutas dos trabalhadores por melhores salários e condições de trabalho. Para conferir o Dossiê, CLIQUE AQUI.

O Dossiê será enviado para entidades sindicais, para a justiça do trabalho, para organizações nacionais e internacionais de direitos humanos e trabalhistas e para a sede da Bosch, na Alemanha.

Protesto de metalúrgico demitido completa 29 dias
O documento é lançado no mesmo momento em que mais casos de assédio moral e práticas antissindicais acontecem na Bosch Curitiba. O  protesto do trabalhador Cristiano Pereira, que está acampado em frente à fábrica, completa hoje 29 dias. O trabalhador, que é diretor sindical, foi demitido após reivindicar melhores condições de trabalho.  Segundo denúncias, os trabalhadores estão com sobrecarga de trabalho tendo que operar sozinhos de três a quatro máquinas. Além disso, outros dirigentes sindicais e até cipeiros estariam recebendo advertências e ameaças de demissão.

Comente esta notícia

Desenvolvido por Agência Confraria