Acesse aqui o Portal do SMC

Palavra do Presidente

Reforma da Previdência do governo é uma vergonha

Sérgio Butka - Presidente
A proposta de reforma da Previdência do  governo nada mais é que um pacote cruel de medidas que sufocam ainda mais os trabalhadores. Em vez de trazer melhorias, ela desmonta o papel da Previdência, que é o de garantir  uma velhice segura aos aposentados. Em vez de modernizar, ela vai trazer o atraso ao país. Impõe aos jovens das classes mais baixas a volta da obrigação de escolher entre  estudar ou trabalhar. E aos trabalhadores a obrigação de ter de ralar até os 80 anos praticamente. Já imaginou um cortador de cana com 70 ou 80 anos tendo que ir para a roça?  Ou uma professora da mesma idade tendo que encarar uma turma de 40 alunos? Mas, para o governo ou você encara isso ou ele mete a mão em uma parte da sua aposentadoria! É muita crueldade.  Outra dúvida não respondida pelo governo é se o mercado de trabalho irá absorver idosos de 60, 70 ou 80 anos?  Além disso, enquanto enfia a faca sem dó na população, o governo não toca um dedo nos privilégios absurdos da classe política e dos militares. Não toca no assunto do desvio descarado do dinheiro da Seguridade Social para favorecer o sistema financeiro.

Além disso, deixo aqui meu repúdio à postura do governo em convocar as Centrais Sindicais dizendo querer construir uma proposta conjunta para a Previdência, mas, simplesmente, ignorar todas as propostas que fazemos.   Coisa de gente mau caráter e que não honra as calças que veste. Apenas uma atitude para inglês ver. Tentou usar as Centrais para querer passar uma imagem de democrático, coisa que ainda provou não ser.

Enfim, agora nossa luta é para barrar essa reforma. Chega dessa história de ferrar os trabalhadores para manter privilégios de uns poucos. Se ficar como está, é  greve geral. É luta!

Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Federação dos Metalúrgicos do Paraná (Fetim) e da Força Sindical do Paraná.
Desenvolvido por Agência Confraria